top of page

‘Acordo com a Justiça não gerou prejuízo financeiro ao Bahia’, diz presidente do CD

Ao IB, Martinez disse que “ficou satisfeito com o desfecho da ação”

Foto: Reprodução / Youtube


Presidente do Conselho Deliberativo do Bahia, Leonardo Martinez afirmou que o acordo do Bahia com a Justiça do Trabalho – relacionado ao acordão com credores, que gerou bloqueio temporário de R$ 8 milhões das cotas do clube junto à CBF – não gerou prejuízo ao Tricolor. A constatação foi feita após resposta da Diretoria Executiva, que atendeu a convocação, por meio de ofício, do CD.

Martinez confirmou que no dia 20/05 a Diretoria Executiva do clube encaminhou ofício resposta e “apresentou dentro do prazo solicitado documentos e justificativas dando conta de acordo consensual realizado no processo judicial com o colégio de credores”.

De acordo com Martinez, “no ofício encaminhado, a Diretoria Executiva informou que utilizou para composição do acordo o valor da premiação que o Bahia tem direito por ter avançado de fase na Copa da Brasil para pacificar o débito com os credores”.

O presidente do conselho revelou ainda, que após ter recebido a primeira resposta do ofício encaminhado para a Diretoria Executiva, ele teria enviado um novo ofício com questionamento complementar indagando se foi gerado alguma espécie de juros, multa ou encargo para o Clube na finalização do acordo.

De acordo com Martinez, essa nova resposta também já foi enviada e nela a Diretoria Executiva garantiu que “o acordão foi regularizado e não houve prejuízo financeiro ao Clube, pois não houve nenhum acréscimo de juros, multa ou qualquer encargo para a composição dos cálculos que fosse capaz de aumentar a dívida já existente.”

Ao IB, Martinez disse que “ficou satisfeito com o desfecho da ação”. “Pois o clube solucionou a pendência sem prejuízos e ainda conseguiu renegociar os valores para uma realidade financeira melhor para o Bahia”. Complementou ainda dizendo que “o Conselho Deliberativo através da Mesa Diretora e da Comissão de Administração sempre estarão a disposição para apoiar a governança, a democracia e a transparência do Bahia.”

Kommentare


bottom of page