Acordo do clube com o Banco Opportunity será de R$ 35 milhões divididos em 7 anos, diz jornal

Este é considerado o último imbróglio a ser solucionado para a apresentação oficial da proposta da SAF

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Nesta quinta-feira (28), será uma noite de extrema importância para a história do Esporte Clube Bahia. Hoje, ocorrerá a reunião do Conselho Deliberativo para analisar e votar o acordo selado entre o clube e o Banco Opportunity e encerrar de vez este capítulo na história do Bahia.


Segundo o Jornal Correio, o acordo final que irá à votação ficou definido em R$ 35 milhões de reais a serem pagos em 84 parcelas mensais, totalizando sete anos para quitação total da dívida.


Tal dívida que se iniciou no ano de 2006, quando o clube fez um distrato com o banco envolvendo o Bahia S/A. O valor chegou às cifras de R$ 114 milhões.


Feita a negociação, o Tricolor conseguiu abater R$ 79 milhões, cerca de 70% de desconto do valor cobrado anteriormente.


Para além do pagamento mensal, ficará estabelecido que caso Bahia negocie direitos de transmissão, direitos de atletas ou se aderir à uma nova Liga de Futebol dentro desses sete anos, parte desse valor será repassado ao Opportunity como forma de amortizar a dívida. Os percentuais variam entre 5% a 15% a depender do tipo de trato assinado oficialmente.


O acordo entre Bahia e Banco Opportunity era um dos entraves que impedia a apresentação oficial da proposta de transformação do clube em SAF (Sociedade Anônima do Futebol), com o possível comprador sendo o City Football Group.