Apenas a Bahia ainda não liberou volta aos estádios; secretário é favorável ao retorno

"Com protocolos rígidos e limite de público, somos a favor", sinalizou Léo Prates

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


Com a decisão do governador de São Paulo, João Doria, de liberar a volta do público aos estádios no dia 4 de outubro, apenas a Bahia continua com a proibição em todo Brasil.

Em pedido enviado à Secretaria de Saúde do Estado e de Salvador, o Esquadrão de Aço solicitou a volta no dia 2 de outubro, quando enfrentará o Ceará. Como mostrado com exclusividade pelo Info Bahêa, o pedido listava o retorno de 30% do público.

Secretário de Saúde de Salvador, onde fica a Fonte Nova, Léo Prates (PDT) disse ser a favor do retorno. "Com protocolos rígidos e limite de público, somos a favor. Os dados de ocupação de leitos estão bons, mas essa é uma decisão que cabe ao governador e ao prefeito", afirmou, ao IB.

Ontem, o prefeito da capital, Bruno Reis, sinalizou que "já há condições" para o retorno de público às praças esportivas.

"Defendo a posição de que já é possível, talvez nos estádios onde possa fazer um controle maior, que tenha como exigir a vacinação, e tenha como, lá dentro, diante das cadeiras, fazer a divisão de forma com que não haja concentração", pontuou.

728x90-Campanha-BNAutos.gif