Após anúncio de interrupção, três jogadoras deixam o Bahia

De acordo com a Diretoria Executiva do Bahia, comandada por Guilherme Bellintani, a ideia é "recomeçar" a equipe em abril

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


Três atletas da equipe feminina do Bahia já deixaram a equipe após o clube anunciar uma "interrupção" temporária no projeto. A meia Luana Rodrigues, a lateral direita Miriam e a leteral esquerda Tayane Fabiano foram as primeiras a aparecerem no Boletim Informativo Diário (BID) de CBF sem vínculo com o Tricolor. De acordo com o documento, o contrato das três foi rescindido.


Em postagem no instagram, Luana refletiu sobre a saída. "Infelizmente é chegada a hora que nenhum atleta gosta, a hora do adeus. Me faltam palavras para agradecer ao clube, jogadoras, comissão e os demais membros desta entidade que fizeram parte desta minha breve passagem pelo tricolor", disse.


Miriam desejou o retorno das Mulheres de Aço. "Neste clube aprendi algumas coisas das quais levarei pra vida assim como mais um título estadual o Campeonato Baiano. Obrigada atletas e comissão pelos 5 meses de muito calor. Desejo de coração que o que o Bahia Feminino retorne com muita força", escreveu.


De acordo com a Diretoria Executiva do Bahia, comandada por Guilherme Bellintani, a ideia é "recomeçar" a equipe em abril.


O clube emitiu nota sobre a interrupção. Confira:


O Esporte Clube Bahia comunica que, em razão da ausência de competições até maio de 2022, somada à queda de receitas na ordem de 50% do orçamento tricolor para 2022, o projeto do time feminino também precisará sofrer adaptação, a exemplo do futebol masculino e da divisão de base do Esquadrão.


A reapresentação acontecerá em abril e as atletas que possuem contrato até a próxima temporada continuarão vinculadas à equipe.


“O projeto retornará em abril com a mesma seriedade e objetivo de voltar ao Campeonato Brasileiro A1”, diz o vice-presidente Vitor Ferraz.

728x90-Campanha-BNAutos.gif