Bahia deve 13º de 2021 a funcionários

"Perdemos R$ 10 milhões por cair para a Série B já em dezembro. A responsabilidade precisa ser assumida por todos"

Foto: Alexandre Galvão / Info Bahêa


O Bahia não terminou o ano com todas as suas obrigações trabalhistas quitadas, segundo revelou o presidente do Tricolor, Guilherme Bellintani.


Em entrevista coletiva na Cidade Tricolor, ontem, o mandatário revelou que parte dos funcionários da agremiação nas receberam o 13º salário. Ele citou ainda valores em aberto com seis atletas.


"Primeiro é uma coisa importante que se diga, o Bahia está com salários em dia, tanto de funcionário quanto de atleta. Premiação de que? De queda para a Série B? Primeira coisa, salários estão em dia. Salvo 13º de 2021 e em relação a seis atletas que temos negociações do ano passado, esses valores precisam ser renegociados. Perdemos R$ 10 milhões por cair para a Série B já em dezembro. A responsabilidade precisa ser assumida por todos. O Bahia vai tratar suas dificuldades financeiras com transparência. Então tudo o que falarmos, é verdadeiro. Entre o festival de fake news, e o que o presidente disser, peço que acredite no que eu falar. Devemos a seis atletas em relação a 2020, e vamos renegociar. Se todos caímos, o clube e cada jogador, inclusive os jogadores a quem devemos, cada um tem que responder por uma renegociação que não afete a seriedade e o planejamento financeiro. O salário está em dia, exceto o 13º e os seis jogadores com quem temos dívidas, que é normal no cenário pós-pandemia", declarou.


Leia também:


Confira a lista de atletas e o primeiro treino da temporada Tricolor


Guto Ferreira comandará time no Baiano a partir da 3ª rodada


Bellintani explica 'atraso' em novo enxoval: "2020 e 2021 não foram anos normais"

728x90-Campanha-BNAutos.gif