Bahia quebra tabu e bate o Náutico

Em contra-ataque fatal, o Bahia abriu a contagem com Douglas Borel, que recebeu na entrada da área, girou e bateu sem chances de defesa, aos 12

Foto: Rafael Vieira / AGIF


Pela segunda rodada do Brasileirão Série B, o Bahia foi até o estádio dos Aflitos, na noite desta sexta-feira (15), e venceu o Náutico por 1 a 0. A equipe tricolor soma agora seis pontos. Enquanto o Timbu segue sem pontuar na competição.


Mandante da partida, o Náutico teve mais a bola no pé durante o primeiro tempo. No entanto, em contra-ataque fatal, o Bahia abriu a contagem com Douglas Borel, que recebeu na entrada da área, girou e bateu sem chances de defesa, aos 12. Na comemoração do gol, o lateral levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.


Com um a mais e querendo o empate, o Timbu seguiu controlando as ações, mas insistiu nos cruzamentos e nos chutes de média distância. Jean Carlos, aos 18, parou no goleiro Danilo Fernandes. Enquanto em mais uma jogada de velocidade, o Tricolor quase marcou o segundo com Victor Jacaré. Nos minutos finais, cada equipe teve uma oportunidade em bola levantada na área. Rezende, aos 38, testou com perigo para os visitantes. E Ewandro, aos 41, respondeu para o Náutico.


No segundo tempo, o time da casa continuou apostando em jogadas pelas laterais, mas esbarrou na marcação adversária. Já na marca dos 25, Djavan, camisa 5 do Timbu, recebeu o cartão vermelho. Mesmo no dez contra dez, o Náutico se manteve no ataque. Aos 34, Jean Carlos cobrou falta com categoria e viu Danilo Fernandes evitar o empate. Já nos acréscimos, o camisa 10 arriscou mais uma finalização, mas de novo o goleiro tricolor fez a defesa e segurou o resultado.