Bahia tem segunda defesa mais vazada e pode sofrer gol pela 8ª rodada seguida

Na segunda-feira (30), a equipe tricolor terá, porém, uma nova chance de reverter o quadro

Felipe Oliveira / ECBahia


Com 28 gols sofridos em 17 rodadas, o Bahia tem a segunda pior defesa do campeonato até o momento, à frente apenas da Chapecoense, que tomou um gol a mais. A marca, que deixa em evidência as deficiências do setor defensivo da equipe, podem somar ainda outro registro negativo: o de 10 jogos seguidos sendo vazada.


Até aqui, o Bahia sofreu gols nas última sete partidas consecutivas – a primeira da série contra o São Paulo, fora de casa, quando o jogo terminou com um tento para a equipe do sudeste. O mais recente fracasso foi contra o Grêmio. Há, ainda, nesse meio, o vergonhoso 5x0 contra o Flamengo.


Os números atuais só não são piores do que os de 2019, quando foram 12 partidas seguida sofrendo gols, e a temporada passada, quando foram incríveis 17 partidas tendo as redes balançadas por adversários.


Na segunda-feira (30), a equipe tricolor terá, porém, uma nova chance de reverter o quadro. Com a estreia do novo técnico, Diego Dabove, o Bahia vai encarar o Fluminense, que tem 13 gols marcados, à frente apenas do Grêmio (12) e Sport (8) e empatado com o América-MG e Juventude, ambos também com 13 balaços na rede.


A sequência negativa de 2021:

São Paulo 1 x 0 Bahia

Bahia 0 x 5 Flamengo

Atlético-MG 3 x 0 Bahia

Bahia 0 x 1 Sport

Cuiabá 1 x 1 Bahia

Bahia 1 x 2 Atlético-Go

Grêmio 2 x 0 Bahia.

728x90-Campanha-BNAutos.gif