Baianão Sub-20: técnico vê Bahia pronto para final com clássico e projeta ‘jogo leal’

“É um jogo diferente, a gente vê no próprio clube, as pessoas se concentram mais"

Foto: Divulgação / Bahia


Técnico da equipe Sub-20 do Bahia, Eduardo Guadagnucci prepara o time para o primeiro jogo do BA-VI que vai definir o campeão baiano da categoria. A partida de ida será disputada nesta quinta-feira (16), às 15h15, no Joia da Princesa. Para o professor, o clima no clube com a proximidade do clássico vai mudando.

“É um jogo diferente, a gente vê no próprio clube, as pessoas se concentram mais, é um jogo que vai ajudar na formação dos meninos. O BA-VI é grande, vamos para o BA-VI os dois se conhecendo, fizemos amistosos”, afirmou, ao Sócio Digital.

Amigo Paulo Isidório, treinador do Vitória, Guadagnucci disse esperar uma partida “leal”. “Uma honra enfrentar ele, ele é um espetáculo de pessoa, quem tem a evoluir são os meninos, quem tiver melhor preparado vai levar. O Paulinho pode levar de bom que seja um BA-VI leal e que quem desfrute mais sejam os meninos”, disse, referindo-se aos atletas.

O comandante falou um pouco sobre a campanha da sua equipe na competição, onde atuou a maior parte da primeira fase com uma equipe mais jovem, pelo fato do clube estar disputando o Brasileiro da categoria de forma simultânea.

"Foi uma campanha complicada, independente de usar time alternativo. Conseguimos dar minutagem para esses meninos, todo mundo tendo oportunidade de jogar, isso facilita em decisões futuras. Mas o Baiano nos trouxe muita dificuldade, com equipe de bons níveis, valores individuais. Isso é bom para os meninos, para dar lastro e oportunidade para eles", disse.

Herói da classificação para a final, o goleiro Pedro Henz falou sobre a chegada ao Esquadrão e a emoção da classificação.

728x90-Campanha-BNAutos.gif