top of page

Bellintani fala sobre atentado: ‘Poderíamos ter 40 mortos’

O presidente do Tricolor confirmou ainda que o Bahia segue em busca de um diretor de futebol. Ele teve conversas com Paulo Autuori, que preferiu o Goiás

Foto: Divulgação


Presidente do Bahia, Guilherme Bellintani falou sobre o atentado a bomba sofrido pela equipe ontem (24), no caminho para a Fonte Nova. De acordo com ele, esse não foi o primeiro episódio. “Não foi a primeira vez de um fato como esse, numa região parecida. Ano passado fomos vítimas de um atentado a bomba. Da outra vez não nos atingiu e dessa vez atingiu. Da próxima pode atingir o motorista e matar 40 pessoas. Foi de extrema gravidade. Poderíamos todos estar em choque pela morte de 40 pessoas. O que estou falando aqui não é projeção exagera. Foi um atentado ao clube, à nossa história, nossos atletas e nossa torcida”, disse.

Ele disse aguardar que o fato seja um “divisor de águas”. “Para nós, esse fato de hoje pode ser um divisor de águas, ou pode ser que daqui há 2 ou 3 anos a gente trate novamente. Confio no governo, na SSP, para que os bandidos sejam punidos de forma exemplar”.


Diretor de Futebol – O presidente do Tricolor confirmou ainda que o Bahia segue em busca de um diretor de futebol. Ele teve conversas com Paulo Autuori, que preferiu o Goiás. “Autuori foi um dos nomes que convidamos, cerca de 12 dias atrás. Vínhamos conversando, mas ele declinou do convite. A gente voltou a busca de ocupar essa função no clube que nesse momento está sendo ocupada por outros profissionais”.

コメント


bottom of page