top of page

Cauly promete um Bahia mais agressivo e decisivo contra o Palmeiras

Meia afirma que a equipe está focada e que irão competir desde o primeiro minuto

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

O camisa 8 e uma das lideranças técnicas da equipe, o meia Cauly foi o entrevistado na manhã desta terça-feira (20), véspera de um jogo difícil contra o Palmeiras amanhã (21), às 21h30, na Arena Fonte Nova.


Cauly e o elenco sabem do desafio que terão. O Palmeiras atualmente ocupa a 2ª colocação no Campeonato Brasileiro, está invicto na competição e não perde para o Tricolor na Fonte Nova há 35 anos. O atleta disse o que será necessário para sair com o triunfo na noite desta quarta (21).


“Com certeza, o jogo vai ser difícil. O Palmeiras, nos últimos tempos, é um dos grandes. Vamos ter que competir desde o primeiro minuto, fazer o nosso trabalho e ser decisivo. A gente vem criando, infelizmente não vem aproveitando bem. É aumentar o foco para na chance que tivermos, marcar os gols.” Afirmou.


O Bahia é um time que cria muitas oportunidades durante a partida, mas acaba não convertendo todas essas chances em gols. Contra um time como o Palmeiras, que não deve vir a Salvador para jogar recuado, o meia respondeu qual o caminho a trilhar para ter melhores conclusões e converter em gols.


“É competir desde o primeiro minuto, ser bem agressivos. A gente sabe da qualidade do adversário e continuar fazendo nosso jogo. Tentando criar chances e ser mais decisivo. Nesses jogos talvez poucas oportunidades podem decidir o jogo, e ai gente tem que estar bem preparados para decidir nesses momentos." Revelou.


O camisa 8 falou sobre a expectativa do elenco para o duelo.


É uma expectativa boa. Treinamos bem fisicamente e taticamente. Não vou entregar a estratégia do jogo (risos). Mas o grupo vem focado atrás dos três pontos. Vamos com tudo, bem focados para trazer essa alegria de volta para a torcida". Disse.


Cauly sabe que o Tricolor não vem alinhando bons jogos e bons resultados. Na coletiva, ele respondeu qual seria o empecílio que não deixa isso acontecer.


"A gente vem tendo bons jogos, criando bastantes chances. Mas infelizmente, não estamos aproveitando muito isso e os resultado não estão vindo ao nosso favor. É importante agora virar a chave, voltar a vencer em casa principalmente e deixar esses três pontos aqui, a nossa torcida merece, está todo mundo querendo esses três pontos. A gente sabe da nossa situação, que precisa pontuar e esse é o nosso objetivo.” afirmou Cauly.


A última partida do Bahia no empate em 2 a 2 com o Cruzeiro na Fonte Nova no dia 10 deste mês. Onze dias depois, o Tricolor irá se reencontrar com a torcida na esperança de sair dali com os três pontos na conta. Cauly comentou sobre esses dias em que não houveram jogos e avaliou o a soma de jogos que ele teve no ano dele contando com o Campeonato Búlgaro e a temporada no Brasil.


“Foi bom. Tivemos ali uns dias de folga para descansar. Descansar a cabeça também. Para mim, pessoalmente, que venho de uma temporada lá fora e que acabaria no meio do ano. Foi bom também ter uma semana para trabalhar bem. Principalmente fisicamente a gente trabalhou bastante. Acho que deu pra sentir essa diferença. É muito importante trabalhar a parte física. Deu para dar uma descansada legal e vir com a mente fresca.” Concluiu.

Comments


bottom of page