Com BA-VI decisivo no sábado, Jordana afirma: ‘Tenho que dar minha vida’

A atleta revela que a ansiedade é inevitável, mas está confiante no trabalho desenvolvido

Foto: Divulgação / ECBahia


Invicto no Baianão Feminino, o Bahia vai enfrentar, no próximo sábado (11), o Vitória pela 4ª rodada da competição. Um triunfo, além de garantir o êxito no clássico, classifica as Mulheres de Aço para a próxima fase.


Meia da equipe e natural de Salvador, Jordana reconhece a pressão e disse estar disposta a "dar a vida" para sair da casa do rival com o resultado positivo.


"Um BA-VI sempre será uma final antecipada. nosso objetivo é ficar em primeiro, terminar muito bem o campeonato. É o jogo que eu tenho que dar minha vida. BA-VI é BA-VI. Meu pai, que é Bahia doente, está me cobrando", contou, em entrevista cedida pelo clube.


A atleta revela que a ansiedade é inevitável, mas está confiante no trabalho desenvolvido. "Acredito que toda equipe está ansiosa para esse jogo. Para mim, meu primeiro clássico, tenho me concentrado, mas a ansiedade tem falado um pouco", disse.


Nas três partidas que disputou, o Tricolor de Aço marcou 12 gols e sofreu apenas um.

728x90-Campanha-BNAutos.gif