Condutores de veículos usados em atentado são da Bamor, diz Polícia Civil

A polícia busca agora definir a autoria do lançamento das bombas

Foto: Divulgação / Polícia Civil


A delegacia que está apurando o atentado ao ônibus do Bahia afirmou ao Info Bahêa que os condutores dos veículos utilizados na ação criminosa fazem parta da torcida organizada Bamor.


Antes, a Polícia Civil já havia apontado que um dos carros pertencia ao presidente do grupo, Half Silva. Ele nega participação no atentado, e afirma que estava em Feira de Santana.


"A 6a DT/Brotas segue com as investigações sobre o ataque contra o ônibus do Esporte Clube Bahia, ocorrido na noite de quinta-feira (24). A titular da unidade, delegada Francineide Moura ouviu, na sexta-feira (25), sete pessoas, entre elas, o presidente de uma torcida organizada e os condutores dos veículos envolvidos no fato, que também são integrantes da torcida", diz a nota.


A polícia busca agora definir a autoria do lançamento das bombas. Imagens de câmeras de segurança serão periciadas e irão auxiliar as autoridades.