Daniel nega protesto de jogadores do Bahia e diz que grupo está ‘unido para tirar time da zona'

Colocado no banco por opção o técnico Diego Dabove, Daniel – que antes era titular – disse que tem mantido o ânimo

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


O meia Daniel negou na manhã de hoje (4) que os jogadores do Bahia tenham feito uma espécie de “protesto” por conta do atraso salarial. O clube quitou parte dos vencimentos dos atletas no fim de semana. Com isso, as entrevistas com componentes do elenco foram retomadas.


“A palavra não é protesto, foi uma conversa verdadeira, sincera. Ninguém ficou sem falar, teve entrevista de jogadores. P clima aqui é só um, todo mundo junto, unido, tirar o time dessa zona, dessa situação. É só isso que estamos preocupados”, garantiu.


Colocado no banco por opção o técnico Diego Dabove, Daniel – que antes era titular – disse que tem mantido o ânimo. Para ele, Davobe ainda não definiu os seus 11 titulares.

“Tenho que continuar trabalhando, não posso desanimar, o treinador monta muito de acordo com o time que vai enfrentar. Ele está mostrando que vai utilizar todo mundo, aumenta a competitividade. Tenho que seguir trabalhando”, disse.

728x90-Campanha-BNAutos.gif