top of page

Eduardo Freeland afirma que Matheus Davó irá permanecer no clube

Diretor ressaltou que além dos esforços feitos, desejo do atleta em ficar foi fator decisivo

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

O Diretor de Futebol do Bahia, Eduardo Freeland, em entrevista coletiva cedida na manhã desta segunda-feira (22) no CT Evaristo de Macedo, falou sobre a janela de contratações e aproveitou para informar que o atacante Matheus Davó, que recentemente recebeu uma proposta de um clube da Rússia, não irá deixar o Bahia e seguirá no elenco até o fim da temporada.


“Recebemos uma notificação de uma proposta que o Davó recebeu da Rússia. A partir do momento fizemos todos os esforços para cobrir esta proposta, não tínhamos possibilidade financeira para isso nesse momento mas continuamos fazendo esforços para mantê-lo de alguma forma. Mas o mais importante disso tudo foi o atleta ter se declarado muito feliz com o momento em que vem vivendo no clube, muito feliz em estar no Bahia e isso foi muito preponderante para a decisão. A gente fica muito feliz em saber disso. O clube entende que é um atleta muita importante para nossa trajetória e faremos todos os esforços para que nenhuma das peças principais seja perdida nessa reta final da competição.


Essa proposta [da Rússia] está superada. A gente sabe que a janela para alguns países ainda está aberta, mas o clube fará todo esforço possível para manter os seus principais jogadores.” Disse Freeland.


O Diretor também comentou sobre esta segunda janela de contratações do Bahia, onde houveram sete reforços.


“A gente entra na janela entendendo que precisavámos de reforças alguns setores da equipe. Era um momento delicado porquê a gente ainda enfrenta um momento financeiro delicado no clube. Tentamos ser o mais criativos possíveis e elevar o nível técnico. Quando a gente faz um balanço de todas as contratações, tivemos a vinda de jogadores mais jovens e jogadores mais experientes, o que dá um equilíbrio, que era uma busca que a gente vinha tendo. Entendemos que elevamos o nível técnico da equipe e aumentou a competitividade por posição, que era o principal objetivo. Na avaliação interna, a gente se coloca mais forte do que estávamos para buscar o nosso acesso.” Explicou.

Comentários


bottom of page