top of page

Esquema: zagueiro ex-Bahia aparece nas investigações do MP-GO

Defensor trocou mensagens em novembro de 2022 com apostador

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

No final da manhã desta quinta-feira (11), mais um novo surgiu ligado ao esquema de apostas que assombra o futebol brasileiro.


Trata-se do zagueiro Didi, que tinha contrato com o Bahia até o final da Série B de 2022. De acordo com o MP-GO, o jogador sabia do esquema e trocou mensagens com apostador em novembro do ano passado.


Nas conversas a que o GE teve acesso, Didi demonstra ciência do esquema de manipulação e, inclusive, diz ele próprio ter realizado uma aposta combinada para que Eduardo Bauermann (Santos), Moraes (Juventude), Kevin Lomónaco (Red Bull Bragantino), Dadá Belmonte (Goiás), Paulo Miranda (Juventude) e Igor Cariús (Cuiabá) recebessem cartões em seus respectivos jogos pela 36ª rodada da Série A do Brasileirão.


Veja parte da transcrição:


Didi: "A odd ficou quanto?"

Apostador: "Muito bom, excelente na verdade"


Didi: "Quanto, viado? Odd de quanto?"

Apostador: "Espera, agoniado. Não começa a me agoniar, não. (Odd) De 500"


Didi: "Porra, começa a falar e não termina. Se fuder kkk. Caralho! 500? Você é louco, essa vai ser a boa hein, cuzão! Você é louco, vai salvar. Papo de milhões"

Apostador: "Vai em nome de Jesus, irmão. Confia!"


Didi: "Claro que confio, pau no cu"

Apostador: "Hacker chegando vou começar"


Didi: "Tá bom. Os amigos lá do Atlético (não especifica qual) vão nessa também?"

Apostador: "Não"


Didi: "Entendeu, viado. Manda aí quem são os caras, viado. Porra! Deixa os outros curioso, filho da puta. Vou fazer na minha aqui, tô no busão, chegando no aeroporto. Manda aí, filho. Pra mim fazer. Vou embarcar já, já"

Apostador: " Bauermann (Santos), Keven (Bragantino), Dadá Belmonte (Goiás), Paulo Miranda (Juventude), Moraes (Juventude), Igor da Silva (Cuiabá)".

コメント


bottom of page