Guto avalia empate com América: 'Não conseguiu ter o gol, mas não abrimos mão de atacar'

Para o técnico, dos adversários que enfrentou no retorno ao Bahia, o América-MG foi o mais complicado

Foto: Felipe Oliveira / ECBAhia


Comandante técnico do Bahia, Guto Ferreira avaliou o empate do time com o América-MG, neste sábado (10). Segundo o professor, o Bahia não deixou de atacar a equipe adversária.


"Tivemos talvez uma ou duas boas muito claras. Mais do que efetividade, faltou um pouquinho de felicidade. Contra o Athletico-PR, o Gilberto conseguiu encaixar a cabeçada certinha. Hoje ele pegou um pouquinho menos na bola, que ia entrar no contrapé e o Cavichioli fez uma defesaça. Hoje a gente não conseguiu ter o nosso gol, mas não abrimos mão de atacar. Conseguimos criar situações, foi um jogo altamente disputado. Esse ponto que a gente leva daqui é bastante importante nesse momento", ressaltou.


Guto avaliou ainda que, dos adversários que enfrentou no retorno ao Bahia, o América-MG foi o mais complicado.


"Enfrentamos, dos três adversários, não a camisa mais forte, mas a equipe no momento que está competindo mais. Foi um jogo altamente competitivo. Uma defesa muito forte, uma transição muito rápida. Dos três, foi a equipe que mais competiu com a gente. Jogamos fora, isso ajuda a equipe da casa. Somamos um ponto importante e temos que seguir assim".

728x90-Campanha-BNAutos.gif