Guto fala sobre afastamento de atletas do Bahia: ‘Não dá para ficar protegendo a, b ou c’

Também afastado do time, Oscar Ruiz não aproveitou as oportunidades, de acordo com o técnico

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia


Comandante técnico do Bahia, Guto Ferreira falou sobre o afastamento de atletas do grupo. Em entrevista ao podcast do GE, o professor disse que iria aproveitar os atletas da casa.

“Thonny Anderson a gente tem Marcelo Ryan sobrando. A gente procurou ser coerente. Ele não é do clube, buscamos enxugar sem prejudicar os jogadores que estão saindo”, exemplificou.

Ferreira disse ainda que, desde o começo, afirmou que seria “impossível” jogar com o número de atletas no plantel. “Desde minha chegada eu disse que seria impossível jogar com essa quantidade, tivemos uma conversa pessoal antes de ir pro campo mostrar serviço e me trouxessem soluções. Quanto ao grupo, vai sempre se fechar com os que estão dando resposta. O grupo está imbuído de sair dessa situação, não dá para ficar protegendo a, b ou c. Tem que estar focado e isso não atrapalha a gestão de grupo e a equipe”.

Também afastado do time, Oscar Ruiz não aproveitou as oportunidades, de acordo com o técnico. “Simples assim: desempenho. É inegável a quantidade de Oportunidades que teve. Ele não conseguiu ser o Oscar Ruiz que estava sendo, infelizmente”.

728x90-Campanha-BNAutos.gif