Guto: 'Vamos até a última gota de suor para poder fazer o resultado acontecer'

O técnico voltou a reclamar do alto número de cruzamentos

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


Técnico do Bahia, Guto Ferreira falou sobre o empate do Bahia com o Cuiabá, no jogo de ontem (21), na Arena Fonte Nova.


"A gente está buscando reagir. Talvez, se a gente tivesse vencido por 1 a 0, até tivemos oportunidades, mas, infelizmente, a bola acabou atravessando. Faltou um pezinho ali para botar para dentro, a bola passou por cima. Talvez a gente estivesse analisando que o Bahia se entregou muito e conseguiu a vitória apesar disso, então todo o foco, o que direcionou o resultado, e vocês estão certos. Eu não estou discutindo, não. A gente precisa vencer. E quanto à questão de dizer para o torcedor, tem que estar acreditando sempre. A gente segue acreditando e cabe ao torcedor acreditar ou não. É a opção que ele tem. E cabe à gente a acreditar ou não. Nós estamos acreditando e vamos até a última gota de suor, de sangue, para poder fazer o resultado acontecer", disse.


Sobre o 0 a 0, Guto reconheceu que o time não fez um bom primeiro tempo e exagerou no número de cruzamentos.


“Intervalo serve para ajustes. Primeiro tempo com muita ansiedade, causando desorganização na equipe. Eles jogaram de forma inteligente e aproveitaram os espaços que cedemos. No segundo tempo nós trabalhamos melhor, empurramos o Cuiabá para trás. Mas não entramos na área. Eles são bem montados, treinados, com uma defesa bem postada. Tentamos cruzar para ter alternativa de furar esse bloqueio, mas exageramos na quantidade e não tivemos sucesso”.

728x90-Campanha-BNAutos.gif