Julgamento entre Sport e Vasco é adiado; Bahia é terceiro interessado

Clube carioca também vira réu no caso e torcedores se revoltam nas redes sociais

Foto: Reprodução/ SporTV

O julgamento da confusão entre Sport e Vasco no último dia 16 de outubro, que aconteceria nesta quinta-feira (03), foi adiado. O procurador do STJD, Ronaldo Piacente, pediu o adiamento alegando a necessidade de inclusão de novos fatos ao processo. Entre eles, a denúncia do Vasco no artigo 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto durante uma partida) e de Halls, goleiro do clube carioca, por agressão. O Vasco pode ser multado e o atleta suspenso por até seis jogos. As denúncias foram acatadas pela auditora relatora, e o Vasco, que antes era terceiro interessado no processo, também será julgado pelo STJD. De acordo com o Globo Esporte, decisão pegou dirigentes e torcida vascaína de surpresa.


O Sport também já havia solicitado o adiamento na última segunda-feira. A decisão foi comemorada pelo vice-presidente jurídico, Rodrigo Guedes,que reforçou que não acredita na perda de pontos. "O julgamento acontecendo nesta quinta iria interferir diretamente na última rodada do campeonato. E essa perda de ponto é um absurdo. Até porque quem foi prejudicado foi o Sport, que estava com um jogador a mais e queria jogar. O empate, naquela ocasião, beneficiava o Vasco", disse. Bahia e Ituano entraram como interessados no processo. Isso porque, caso o Vasco ganhasse os pontos da partida contra o Sport, as duas equipes poderiam ser prejudicadas na luta pelo acesso.