Lúcio Rios se posiciona contra portões fechados: 'Lamento a postura da diretoria'

Ex-candidato à presidência do clube criticou decisão da atual gestão de jogar sem público

Foto: Divulgação


Ex-candidato à presidência do Bahia, o administrador Lúcio Rios criticou a decisão do Bahia de jogar sem público na Arena Fonte Nova. O clube afirma que a limitação de 1.500 pessoas, imposta pelo Governo do Estado, poderia resultar em prejuízo.


"Lamento a postura da Diretoria do Bahia quanto a suspender a presença do torcedor em uma partida do Clube. Muitos tricolores estão a alguns meses mantendo seu acesso garantido mesmo sem ir ao estádio. Sinal de parceria/maturidade na relação, algo que falta aos atuais gestores", afirmou.

Rios sugere que outras ações deveriam ser realizadas, a exemplo de uma apresentação da planilha de gastos descrevendo os R$ 100 mil utilizados para abertura da praça esportiva.