top of page

Paiva defende modelo de jogo do Bahia após derrota contra o Fortaleza

O treinador mantém a sua convicção de que o trabalho dará certo ao longo do ano

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


Técnico do Bahia, Renato Paiva defendeu o time após a derrota por 3x0 contra o Fortaleza, pela Copa do Nordeste.


Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico Renato Paiva analisou a derrota e bancou a manutenção de seu modelo de jogo, com linhas defensivas altas, por exemplo.


"Eu até entrei com dois jogadores com características defensivas. O Diego Rosa e o Acevedo. O que queríamos era que eles fossem mais ao ataque. O Diego saiu porque não entrou no processo de ataque. Ele só ocupou espaços lá atrás. A linha estava avançada no primeiro gol, mas a gente tinha que estar ali. O que temos que fazer é colocar em prática o que treinamos, e hoje não fizemos. Nós jogamos controlando o espaço do adversário, a profundidade, e hoje fizemos uma linha de fora de jogo. Nós não temos esse "volantão". Não acho que foi por ausência desse jogador. Repito, o Fortaleza foi melhor que nós coletivamente e individualmente", afirmou.


O treinador mantém a sua convicção de que o trabalho dará certo ao longo do ano. Até agora na temporada 2023, o Bahia levou onze gols em onze jogos no total.

Comentários


bottom of page