Para evitar prejuízo, Bahia cogita jogar sem público na Fonte Nova

Na última quarta (19), o Bahia enfrentou o UNIRB na Fonte Nova. Menos de mil pessoas assistiram o jogo, que terminou empatado em 1 a 1, das arquibancadas

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


O Bahia estuda a possibilidade de jogar de portões fechados na Arena Fonte Nova, de acordo com o GE. A diretoria Tricolor vai se reunir na próxima segunda (24) com a gestora da praça esportiva para evitar o prejuízo em colocar apenas 1.500 torcedores nas arquibancadas para obedecer o novo decreto do Governo da Bahia.


A medida assinada pelo governador Rui Costa (PT) foi publicada nesta sexta (21) e entrará em vigor na segunda. A decisão é devido ao aumento dos números da Covid-19 no estado. O clube calcula que a entrada de 1.500 pessoas no estádio vai custar mais de R$ 100 mil. Ainda segundo o ge.globo, se a partida não tiver público, a despesa será paga pela Arena. Por outro lado, tiver uma pessoa ou 50% da capacidade, a conta vai para o o Tricolor.


Na última quarta (19), o Bahia enfrentou o UNIRB na Fonte Nova. Menos de mil pessoas assistiram o jogo, que terminou empatado em 1 a 1, das arquibancadas. De acordo com o boletim financeiro divulgado pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), o Tricolor teve um prejuízo de R$ 63.819,27 com a partida.