Passes errados atrapalharam Bahia, avalia Bruno Lopes

Outro fator que para ele contribuiu para o Bahia não fazer um bom jogo foi a obrigatória mudança na estrutura de treinos do grupo

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


O empate em 1x1 contra o Unirb teve como fator decisivo o número de passes errados, segundo o técnico Bruno Lopes.


“Erramos, sim, mais que o desejado para um jogo. Acredito que isso tenha relação com a idade de muitos atletas que nós temos, pisando pela primeira vez no campo da Fonte Nova. Foi o primeiro contato deles com a torcida também. Acho que isso pode ter pesado um pouco, principalmente no primeiro tempo”.


Outro fator que para ele contribuiu para o Bahia não fazer um bom jogo foi a obrigatória mudança na estrutura de treinos do grupo, já que alguns foram afastados pela Covid-19.


“Alguns jogadores voltaram depois do isolamento, outros estavam um bom tempo sem atuar, sem falar no descanso necessário de um jogo para outro. Foi apenas um dia de treinos com todos eles. Mas isso não tira nossa responsabilidade de apresentar algo melhor. Não vamos nos esconder atrás disso”.