SAF no Bahia: conversas eram concretas e melaram após 'vazamento' de executivo da XP

O Bahia, no entanto, segue aberto para ouvir outros players do mercado - ou até mesmo outros nomes de dentro da XP

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


As negociações entre o Bahia e a XP para que o clube aderisse ao regime de Sociedade Anônima do Futebol (SAF) e recebesse um investimento exterior estavam a pleno vapor até a última segunda-feira (20).


Fontes do mercado financeiro ouvidas pelo Info Bahêa relatam que o clube e a empresa já tinham conversas encaminhadas - dentro dos dois encontros confirmados pelo presidente do Tricolor Guilherme Bellintani.


Para os investidores que viram a proposta do Bahia, o clube pareceu "arrumado", com dados transparentes e uma política de governança institucional bem estruturada. O céu de brigadeiro para quem quer fazer grandes aportes.


A coisa desandou, no entanto, com Bellintani sendo pego de surpresa pelas declarações de Pedro Mesquita, executivo da empresa de investimentos. A partir daí, as discussões arrefeceram.


O Bahia, no entanto, segue aberto para ouvir outros players do mercado - ou até mesmo outros nomes de dentro da XP que garantam conversas menos barulhentas até que tudo esteja desenhado.

728x90-Campanha-BNAutos.gif