Saiba quanto intermediário pode receber em transação da SAF do Bahia

Empresário Paulo Pitombeira tem uma boa relação com as duas partes do negócio

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

O empresário Paulo Pitombeira é o intermediário da negociação da SAF do Bahia com o Grupo City, com uma comissão de 5% de um “valor reduzido”, mas até então não citado. A informação foi trazida em primeira mão por Matheus Barbaço, do Sou Mais Bahia e confirmada pelo Info Bahêa.


Para completar a informação, com exclusividade, trazemos a nossa apuração. De acordo com o IB, trata-se de 5% em relação ao valor da dívida do clube. Que neste dia 07 de maio, gira em torno de R$ 250 milhões.


A dívida atual representaria uma comissão de aproximadamente R$ 12,5 milhões ao empresário. É evidente que esse valor pode sofrer alteração pela iminente venda do Fazendão para a Direcional, como já trouxemos em primeira mão, já que tal receita deve ser utilizada para amortizar dívidas, conforme antecipado pelo presidente Guilherme Bellintani.


Pelo tamanho da negociação, não era difícil imaginar que existiria um intermediador. De acordo com o que apuramos, inclusive, a diretoria do Bahia já pretendia informar essa questão da intermediação antes mesmo do vazamento.