top of page

Secretário revela que Soriano conversou sobre a compra da Fonte Nova

Além do interesse inicial, Grupo City abriu conversas para uma possível aquisição do estádio

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

O interesse do Grupo City na aquisição da Arena Fonte Nova começou a aquecer. De acordo com o Bahia Notícias, foi o que revelou o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães, nesta quinta-feira (18). De acordo com ele, o CEO Ferran Soriano teve uma audiência para tratar do assunto.


"Nós temos uma concessão até março 2028, o que houve foi numa audiência com o governador e o CEO do grupo City, ele mostrou interesse de discutir depois a Fonte Nova como um ativo estratégico para o grupo aqui no Brasil, especialmente aqui na Bahia, depois de adquirirem o Esporte Clube Bahia. Mas foi uma discussão inicial, são tratativas que claro que qualquer iniciativa dessa, como é um bem público em concessão qualquer tipo de ação dessa terá que ter exposição de uma concorrência pública", disse.

Davidson também falou sobre o estádio de Pituaçu e destacou a necessidade de mantê-lo como propriedade. Ao destacar a importância da praça esportiva, ele indicou a real possibilidade da Arena Fonte Nova ser vendida.


"Eu pessoalmente acho que o Estado não pode deixar de ter um centro esportivo do porte de Pituaçu, porque tem os times da segunda divisão, tem outras ações, tem sub-15, torneios. Nós não podemos pegar todas essas instituições e entregar ao poder privado. Porque aí também nós podemos com isso prejudicar o próprio futebol baiano, porque se isso fica na mão só de um clube isso também tende a dificultar o acesso dos outros e nós não podemos fazer isso. Acho que a Fonte Nova sim, mas Pituaçu deve ficar como até agora, isso foi uma iniciativa apresentada no passado, mas hoje não existe nenhum debate em relação a Pituaçu. E a manutenção de Pituaçu é uma manutenção muito menor do que a manutenção da Fonte Nova", sinalizou. As conversas sobre as tratativas entre Grupo City e o Governo do Estado da Bahia, pela aquisição da Arena Fonte Nova, ganharam ainda mais força após a assinatura do contrato da compra da SAF do Tricolor, no início deste mês.

Comments


bottom of page