top of page

Sócios que cometeram injúria racial contra Luiz Henrique serão julgados; entenda

Conselho se reunirá no dia 10 de fevereiro para decidir sobre a permanência no quadro associativo

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

No dia 16 de fevereiro de 2022, um triste e lamentável episódio aconteceu na Arena Fonte Nova. O lateral-esquerdo Luiz Henrique, ex-Bahia, foi vítima de injúria racial por parte de dois sócios tricolores no empate em 1 a 1 contra o CSA, pela Copa do Nordeste. De acordo com apuração do Info Bahêa, o Conselho Deliberativo do Bahia se reunirá no próximo dia 10 de fevereiro, para decidir sobre a permanência dos sócios envolvidos no episódio no quadro associativo do clube. Ainda de acordo com o IB, o julgamento será realizado por uma corte especial, composta pela mesa diretora do Conselho Deliberativo, além dos presidentes de comissões. RELEMBRE O CASO


No vídeo que circulou nas redes sociais, um torcedor filma o aquecimento de Luiz Henrique com os demais reservas do Bahia. Aos risos, ele está ao lado de um outro torcedor, que faz piada do cabelo do jogador: "Cabelo feio da d...", diz.

À época, o Bahia acionou a Arena Fonte Nova para buscar mais imagens que ajudassem na identificação dos envolvidos. O clube também utilizou a lista de sócios aptos ao jogo, uma vez que a partida contou apenas com a presença de sócios do Tricolor. O clube também se manifestou através de um comunicado, repudiando o ocorrido.


Confira nota completa: "O Esporte Clube Bahia vem a público lamentar, repudiar e informar que investigará o caso de racismo ocorrido nesta noite contra o nosso atleta Luiz Henrique, baiano da Ilha de Itaparica. Através da imagem do episódio, buscaremos identificar o torcedor e tomar as medidas cabíveis. O Esquadrão acrescenta que já acionou a Arena Fonte Nova para buscar mais imagens que ajudem na identificação do(s) envolvido(s) e também utilizará a lista de sócios aptos ao jogo de hoje para não deixar por isso mesmo essa constrangedora situação."

bottom of page