top of page

Bellintani desabafa, esclarece sobre a SAF e revela comissão de Pitombeira

Presidente esteve presente na Reunião Extraordinária do Conselho nesta segunda (21)

Foto: Reprodução/ TV Bahêa

Na noite desta segunda-feira (21), o presidente Guilherme Bellintani fez alguns esclarecimentos, em desabafo emocionado durante a reunião extraordinária do Conselho Deliberativo que aprovou os pareceres Jurídico e da Comissão Provisória da SAF. "Agradecer a toda comissão especial da SAF, comissão jurídica, conselho fiscal [...] aqui a gente teve uma soma de esforços que resulta nesse trabalho de hoje. É quase como se a gente colocasse a bola na marca do pênalti para a torcida, para o sócio decidir", disse Bellintani. PEDIDO DE IMPEACHMENT Guilherme Bellintani lembrou do pedido de impeachment dele após o rebaixamento e agradeceu ao presidente do Conselho Deliberativo, Leonardo Martinez, pela coragem de não colocar o assunto em pauta. "Não é uma amargura, mas a coragem que Léo teve, evitou que o clube inclinasse em uma linha de tragédia [...] e por muito pouco, inclusive pela coragem que Léo teve, o Esporte Clube Bahia, com apenas oito anos de democracia, não partia para um processo de impeachment, motivado sobretudo pelo rebaixamento", disse. "Por pouco não se mistura o tema esportivo com o tema institucional. E hoje nós poderíamos, ao invés de estar na Série A e discutindo aprovação de SAF com o maior grupo de futebol do mundo, poderíamos estar numa instabilidade política enorme, na Série B e sem nenhum projeto de SAF na mão", concluiu o presidente.

COMISSÃO DO EMPRESÁRIO Por ter feito a intermediação do negócio, um empresa terá direito a um percentual. De acordo com Bellintani, o valor da comissão da operação gira em torno de R$ 11 milhões de reais, o que representa 4,5% do valor da dívida do clube.


"A empresa que fez intermediação do contrato foi a Talents Sports [do empresário Paulo Pitombeira]. O percentual é de 4,5% limitado a R$ 250 milhões [...] no final isso dá um percentual próximo de 1,05% da transação [R$ 1 bilhão]", explicou o presidente. VOTAÇÃO NAS AGE'S No próximo dia 03 de dezembro, os sócios do Bahia irão participar de duas Assembleias Gerais Extraordinárias (AGE), em turnos opostos. Pela manhã, os sócios votarão pela adequação do estatuto, que permitirá colocar em pauta a votação no período da tarde, onde será deliberada a venda da SAF do clube para o Grupo City. Ambas necessitam de dois terços do quórum para aprovação.

bottom of page