Danilo Fernandes não vê empréstimo ao Bahia como desvantagem em disputa por titularidade

O defensor exaltou a chegada do técnico Guto Ferreira

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


Goleiro do Internacional emprestado ao Bahia, Danilo Fernandes não acredita que a condição seja uma desvantagem na disputa pela titularidade da vaga.


"A gente tem uma competição muito saudável. Isso é muito importante para o Bahia. Quem tem a ganhar com isso é o clube, uma competição muito sadia entre a gente. Sobre não ser um ativo do clube, de maneira alguma. Sou funcionário hoje do Bahia, visto essa camisa com todo amor. Respeito máximo pela entidade vai existir sempre. Não só de mim, mas de todos que estão vestindo esse manto", afirmou, em entrevista coletiva.


O atleta disse que o grupo tem "mais de 11 titulares". " O grupo é muito qualificado. Tivemos um meio de temporada que não foi muito bom, mas agora, se Deus quiser, a confiança vai retornar e nós vamos terminar o ano bem felizes", desejou.


O defensor exaltou a chegada do técnico Guto Ferreira. " Já tive oportunidade de trabalhar com o Guto [Ferreira] em 2017. O cara já conhece o Bahia como ninguém, é a terceira passagem dele. Claro que a gente fica triste por um lado, com a saída do professor Dabove. Mas a chegada do Guto foi num momento em que precisávamos de uma confiança. Ele, como conhecedor do clube, sabe muito bem como funcionam as coisas. Nos passou muita confiança, nos deu coragem, alegria para jogar. É um cara que dispensa comentários. Já venceu muita coisa dentro do clube também. Tenho certeza de que ele vai nos ajudar muito agora, nessa reta final. Comigo, pessoalmente, ele não conversou nada de jogo. Nós tivemos uma conversa um pouco mais próxima, até por já nos conhecermos de antes. Ele conhece todo mundo e vai passar confiança para todos", elogiou.

728x90-Campanha-BNAutos.gif