Maior artilheira da história do Bahia no feminino, Gadu tem contrato rescindido

Com o rebaixamento do futebol masculino para a Série B, o Bahia decidiu interromper, até abril, o futebol feminino

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


A atacante Gadu não defende mais as cores do Bahia. A rescisão do contrato de atleta foi publicado hoje no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.


Dona de um faro de gol, Gadu alcançou a marca de maior artilheira da história do Bahia no feminino, com 41 gols. Ela estava em sua segunda passagem pelo Tricolor. A primeira, encerrada de forma conturbada.


"Congelamento" de projeto feminino -- Com o rebaixamento do futebol masculino para a Série B, o Bahia decidiu interromper, até abril, o futebol feminino.


A ideia do clube é que as atividades sejam encerradas por três meses, até começarem as disputas do campeonatos nacionais. A reapresentação está marcada para o mês de abril. De acordo com a nota, "as atletas que possuem contrato até a próxima temporada continuarão vinculadas à equipe".

728x90-Campanha-BNAutos.gif