Marcinho elege Bahia como clube perfeito para sua recuperação: “Muito humano”

Lateral falou sobre lições que aprendeu e comentou como anda sua parte física para atuar pelo Esquadrão

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

O lateral-direito Marcinho foi oficialmente apresentado como atleta do Esporte Clube Bahia na manhã desta quarta-feira (3), no CT Evaristo de Macedo.


O atleta em maior parte de sua coletiva comentou sobre o acidente em que se envolveu no final de 2020 e a repercussão que isso tem causado na torcida Tricolor.


“Eu compreendo a resistência, sei que é um caso muito delicado. Se eu pudesse ter feito coisas totalmente diferentes eu teria feito. Espero que vocês possam me conhecer melhor e que eu possa render dentro de campo para alcançarmos nosso objetivo.”


O lateral também explicou como pretende lidar com uma possível repressão do torcedor durante os jogos em que ele estiver estiver presente no banco ou em campo atuando.


“Eu convivo com isso desde que o acidente aconteceu. Tenho trabalhado com artifícios para eu poder lidar com isso dentro de campo e no dia a dia. Não é situação fácil, eu tenho acompanhamento psicológico. Espero que dessa maneira eu possa fazer meu trabalho bem feito dentro de campo.”


Sobre o dia do acidente, o atleta respondeu o que ele faria de diferente no dia e as lições que tirou deste história.


“Com toda certeza eu teria parado, mas por uma série de fatores e não estar vivendo um bom momento no atual clube e por ser uma figura pública acabar sendo linchado, culminou em uma atitude muito ruim minha e isso é o que eu tenho buscado melhorar na minha vida. Cresci bastante, fui pai, então com certeza sou uma pessoa totalmente diferente daquele rapaz do dia 30 de dezembro de 2020.”


Marcinho foi questionado se o ambiente do futebol, que tem o poder alçar pessoas ao status de ídolo é o lugar ideal para seu recomeço.


“Acredito que o Bahia seja um clube perfeito para isso. É um clube muito humano. Acho que é um lugar propício para eu poder dar essa volta por cima e as pessoas me conhecerem melhor.”


Entrando no âmbito do futebol, o recém contratado falou sobre a disputa de posição na lateral-direita com os jovens André e Douglas Borel.


“São dois garotos que são muito bons de bola. Eles vão evoluir muito. Quero passar muitas coisas boas para eles e não tenho dúvida que vou aprender também com esses dois.”


Sobre as suas principais características na posição, Marcinho afirmou:


“Acredito que uma boa parte técnica, sem dúvida sou um cara que me doo muito dentro de campo, tenho muita garra, não paro de correr.”


O lateral está sem atuar em campo há um bom tempo, o que também gerou debate entre os torcedores. Sobre o seu fator físico ele concluiu:


“Estou longe de estar na minha plenitude física, vinha mantendo a minha forma neste tempo em que estive parado, mas ritmo de jogo só se ganha treinando e jogando. Acredito que eu já possa estar ajudando. O quanto antes eu poder estar em campo, se for da vontade do professor, estou à disposição.”