Presidente do CD discorda de justificativa de presidência do Bahia para bloqueio de R$ 8 mi

Martinez ressaltou que a apresentação de uma petição não é motivo para interromper o pagamento

Foto: Reprodução / Youtube


Presidente do Conselho Deliberativo do Bahia, Leonardo Martinez disse discordar da justificativa dada pela presidência do clube para o bloqueio de quase R$ 8 milhões feito pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) sobre dívidas trabalhistas do Tricolor.

“Em primeiro plano, me soou estranho o fato do Bahia deixar de efetuar depósitos do acordão com base em petições. Parece-me que essa é a primeira justificativa que consta no acordo firmado entre Bahia e colégio de credores. Que, havendo perda de receita, deveria se ter audiência para repactuar novo valor. Homologação de acordo perante a Justiça tem força de sentença”, afirmou, ao Info Bahêa.

Martinez ressaltou que a apresentação de uma petição não é motivo para interromper o pagamento. “Como já disse, de forma rasa, não concordo com o argumento de que a petição é motivo para suspender pagamento, penso que deveria depositar numa conta judicial”, sugeriu.


De acordo com matéria do Bahia Notícias, a Corte a pediu a penhora de valores do Esporte Clube Bahia até o limite de R$ 8.190.000,00 por conta da dívida do Tricolor com o acordão trabalhista. Com isso, a premiação da classificação às oitavas da Copa do Brasil, por exemplo, pode ser bloqueada.