Bahia cobra punição sobre atentado: 'Ninguém ainda foi preso'

Em publicação nas redes, o clube mostrou que o goleiro Danilo Fernandes - um dos principais atingidos - segue retirando estilhaços de vidro da perna

Foto: Divulgação


O Bahia cobrou, sutilmente, a prisão dos envolvidos no atentado ao ônibus do Bahia, no início desse ano.


Em publicação nas redes, o clube mostrou que o goleiro Danilo Fernandes - um dos principais atingidos - segue retirando estilhaços de vidro da perna.


"Quase 3 meses após o atentado ao ônibus tricolor, além de ninguém ainda ter sido preso, o goleiro Danilo Fernandes segue precisando retirar estilhaços de vidro na perna".