Guto defende Borel e ressalta entrada de novos contratados

"O Rildo fazia tempo que não jogava, mas vinha de treinos intensos. Ele conseguiu fazer a bola parar na lá frente"

Foto: Felipe Oliveira / ECBahia


Comandante do Bahia, Guto Ferreira avaliou o triunfo da equipe diante do Náutico. Durante coletiva, ele comentou a expulsão de Douglas Borel, que marcou o gol que deu os três pontos ao Tricolor.


"Quando ele toma amarelo, a gente já fica temeroso. Na sequência ele erra um lance, o que mostra a insegurança que o cartão causou. Nós chamamos o Jonathan e quando ele estava recebendo as instruções para entrar, para não corrermos o risco da expulsão, o Borel faz o gol. E aí acho que aquele gol meio que extravasou os erros do início, e ele acabou se manifestando, tipo assim, jogou tudo para cima. Tirou um peso das costas dele", disse.

O professor ressaltou ainda a entrada dos novos contratados.


"O Didi foi volante. Ele falou pra mim que fez isso quando tinha 20 anos, agora tem 30. Mas isso tudo, a maturidade desses caras dentro de campo, ajudam os meninos. O Rildo fazia tempo que não jogava, mas vinha de treinos intensos. Ele conseguiu fazer a bola parar na lá frente, conseguiu fazer nossa equipe respirar. Isso tudo é importante dentro do processo. Duas estreias de jogadores que estão aí para ajudar muito nossa equipe. Em algum momento podem sim serem titulares. Como eu falei para eles, mais um jogo que quem entra ajuda muito. Volto a falar. Você ter um time ganha o jogo, você ter um plantel ajuda no objetivo do campeonato".